Resultado da pesquisa (10)

Termo utilizado na pesquisa Sapajus

#1 - Molecular detection and phylogenetic analysis of Trypanosoma spp. in Neotropical primates from Rio de Janeiro State, Brazil

Abstract in English:

Trypanosoma spp. infection is a problem in many tropical countries, infecting several animal species, including humans. The aim of the present study was to identify the Trypanosoma species in Neotropical primates from Rio de Janeiro state and compare the results with other reports both phylogenetically and geographically. Molecular detection was based on the 18 SSU gene. The sequences obtained in the PCR were sequenced and compared with others previously deposited in GenBank. These sequences were used to perform phylogenetic analysis and make a distribution map of primate species infected by Trypanosoma species in Brazil. Among 34 monkeys, five capuchin monkeys (Sapajus spp.) and one marmoset (Callithrix spp.) showed Trypanosoma spp. sequences in the same clade of Trypanosoma minasense and three capuchin monkeys’ sequences were in the same clade of Trypanosoma cruzi. The Atlantic Forest and the Brazilian Amazon are the regions with the highest frequency of studies about Trypanosoma spp. and variety of Neotropical primate hosts. These are areas that deserve attention regarding the conservation of biodiversity, but it also makes evident the lack of studies with Neotropical primates in other regions of the country, as well as multidisciplinary studies to better understand the host pathogen relationships.

Abstract in Portuguese:

A infecção por Trypanosoma spp. é um problema em muitos países tropicais, infectando várias espécies animais, incluindo humanos. O objetivo do presente estudo foi identificar as espécies de Trypanosoma em primatas neotropicais no estado Rio de Janeiro e comparar os resultados com outros relatos, tanto filogeneticamente quando geograficamente. A detecção molecular foi baseada no gene SSU 18. As sequências obtidas na PCR foram sequenciadas e comparadas com outras previamente depositadas no GenBank. Essas sequências foram utilizadas para análises filogenéticas e confeccionar um mapa de distribuição de espécies de primatas infectadas por espécies de Trypanosoma no Brasil. Entre 34 macacos, cinco macacos-prego (Sapajus spp.) e um sagui (Callithrix spp.) apresentaram sequências de Trypanosoma spp. no mesmo clado de Trypanosoma minasense e três sequências de macacos-prego estavam no mesmo clado de Trypanosoma cruzi. A Mata Atlântica e a Amazônia brasileira são as regiões com maior frequência de estudos sobre Trypanosoma spp. e variedade de primatas neotropicais hospedeiros. São áreas que merecem atenção no que se refere à conservação da biodiversidade, mas também evidencia a carência de estudos com PNH em outras regiões do país e de estudos multidisciplinares para melhor compreender as relações do patógeno hospedeiro.


#2 - Ultrasound monitoring of the uterus and ovaries of dominant and subordinate females of yellow-breasted capuchin (Sapajus xanthosternos) and robust tufted capuchin (Sapajus robustus) in captive colonies during the ovarian cycle and anestrus periods

Abstract in English:

The yellow-breasted capuchin (Sapajus xanthosternos) and robust tufted capuchin (Sapajus robustus) are endangered species due to destruction of their natural habitat and predatory chase. However, it is still necessary to elucidate some details of their reproductive physiology in order to obtain better indices in the assisted reproduction of these species. This study aimed to evaluate the ovarian cycle of 13 dominant and subordinate females of S. xanthosternos (n=8) and S. robustus (n=5) using sagittal and transversally scanned ultrasound of their uterus and ovaries. Sonograms were performed every seven days for two months. The ovarian cycle phase and anestrous condition were confirmed by colpocytology. Our results showed different uterine parameters (craniocaudal diameter, dorso-ventral diameter, and transverse diameter) (P<0.05) between anestrous subordinate females and other ovarian cycle phases and social classes. The mean of uterine volume was higher in dominant females than subordinate females in all cycle phases (P<0.05), except in follicular phase. During anestrus, endometrial width was smaller in subordinate females than in dominant females (P<0.05). Subordinate females showed differences in endometrial measures (P<0.05) between anestrous period and follicular and luteal periods. Ovarian measures in dominant females were higher than in subordinate females only during anestrus (P<0.05). In the subordinate females, ovarian parameters were different (P<0.05) between anestrus and follicular and luteal phases. Dominant females showed higher volume of right ovary compared to volume of the left ovary during anestrus and follicular phase (P<0.05). Follicles and corpus luteum were distinguished by ultrasonography in most exams (86.11%). During anestrus, measurable ovarian structures were not observed in both ovaries in dominant and subordinate females. In conclusion, the methodology used in this study allowed to evaluate the ovarian cycle in S. xanthosternos e S. robustus females and that cycle phase/anestrus and social class of the female influenced the size of the uterus and ovaries.

Abstract in Portuguese:

O macaco-prego-do-peito-amarelo (Sapajus xanthosternos) e o macaco–prego-de-crista (Sapajus robustus) encontram-se em risco de extinção devido a destruição do seu habitat e a caça predatória. Porém, ainda necessita-se elucidar alguns detalhes de sua fisiologia reprodutiva, para obterem-se melhores índices por meio de reprodução assistida. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi acompanhar o ciclo ovariano de 13 fêmeas dominantes e subordinadas de S. xanthosternos (n=8) e S. robustus (n=5) por meio de cortes ultrassonográficos sagitais e transversais do útero e dos ovários. Estas fêmeas foram examinadas uma vez por semana durante dois meses. A fase do ciclo ovariano/anestro foi confirmada pela colpocitologia. Os resultados da pesquisa demonstrou diferença significativa (P<0,05) relacionada ao diâmetro crânio‑caudal, diâmetro dorso-ventral e diâmetro transversal entre as fêmeas subordinadas em anestro com todas as outras fases do ciclo ovariano e classes sociais. A média do volume uterino foi maior nas fêmeas dominantes que nas subordinadas em todas as fases do ciclo (P<0,05) a exceção da fase folicular. A largura endometrial, durante o período de anestro, foi menor nas fêmeas subordinadas quando comparada às dominantes (P<0,05). Nas fêmeas subordinadas, houve diferenças (P<0,05) nas mensurações endometriais entre o período de anestro e das fases folicular e lútea. Quanto aos ovários, as médias das medidas observadas nas fêmeas dominantes foram superiores as das subordinadas durante o anestro (P<0,05). As médias das medidas das variáveis ovarianas das fêmeas subordinadas apresentaram diferenças entre o anestro e as fases folicular e lútea (P<0,05). Nas fêmeas dominantes o volume do ovário direito foi maior que o do ovário esquerdo durante o anestro e na fase folicular (P<0,05). Folículos e corpos lúteos foram diferenciados pela ultrassonografia na maioria das coletas (86,11%). Durante o anestro não foram observadas estruturas ovarianas mensuráveis nos ovários em ambas as classes sociais. Concluiu-se que a metodologia empregada neste estudo permitiu o acompanhamento do ciclo ovariano das fêmeas S. xanthosternos e S. robustus e que as fases do ciclo/anestro e a classe social das fêmeas influenciaram as medidas do útero e ovários.


#3 - Comparison between total intravenous anesthesia with propofol and intermittent bolus of tiletamine-zolazepam in capuchin monkey (Sapajus apella)

Abstract in English:

Dissociative anesthesia results in stressful and long recovery periods in monkeys and use of injectable anesthetics in medical research has to be refined. Propofol has promoted more pleasure wake up from anesthesia. The objectives of this study were to investigate the use of intravenous anesthetic propofol, establishing the required infusion rate to maintain surgical anesthetic level and comparing it to tiletamine-zolazepam anesthesia in Sapajus apella. Eight healthy capuchin monkeys, premedicated with midazolam and meperidine, were anesthetized with propofol (PRO) or tiletamine-zolazepam (TZ) during 60 minutes. Propofol was infused continually and rate was titrated to effect and tiletamine-zolazepam was given at 5mg/kg IV bolus initially and repeated at 2.5mg/kg IV bolus as required. Cardiopulmonary parameters, arterial blood gases, cortisol, lactate and quality and times to recovery were determined. Recovery quality was superior in PRO. Ventral recumbency (PRO = 43.0±21.4 vs TZ = 219.3±139.7 min) and normal ambulation (PRO = 93±27.1 vs TZ = 493.7±47.8 min) were faster in PRO (p<0.05). Cardiopulmonary effects did not have marked differences between groups. Median for induction doses of propofol was 5.9mg/kg, varying from 4.7 to 6.7mg/kg, Mean infusion rate was 0.37±0.11mg/kg/min, varying during the one-hour period. In TZ, two animals required three and five extra doses. Compared to tiletamine-zolazepam, minor post-anesthetic adverse events should be expected with propofol anesthesia due to the faster and superior anesthetic recovery.

Abstract in Portuguese:

A anestesia dissociativa em primatas resulta em recuperação anestésica lenta e estressante, e, portanto, o uso de anestesia injetável em pesquisas médicas precisa ser refinado. Por outro lado, o propofol promove recuperação mais suave. Os objetivos desse estudo foram investigar o uso do anestésico intravenoso propofol, estabelecer a taxa de infusão contínua necessária para manter anestesia cirúrgica, e comparar tal técnica com a dissociativa tiletamina-zolazepam em Sapajus apella. Oito macacos-prego saudáveis foram pré-medicados com midazolam e meperidina, e posteriormente anestesiados com propofol (PRO) ou tiletamina-zolazepam (TZ) durante 60 minutos. O propofol foi administrado em infusão contínua, e a taxa foi titulada ao efeito, já a tiletamina-zolazepam foi administrada em 5mg/kg IV como bolus inicial, e repiques de 2,5mg/kg IV conforme necessário. Os parâmetros cardiopulmonares, hemogasometria arterial, cortisol, e lactato, além da qualidade e duração da recuperação anestésica foram determinados. A qualidade da recuperação anestésica foi superior em PRO. O tempo para atingir decúbito ventral (PRO = 43,0±21,4 vs TZ = 219,3±139,7 min) e ambulação normal (PRO = 93±27,1 vs TZ = 493,7±47,8 min) foram mais rápidos em PRO (p<0,05). As variáveis cardiopulmonares não diferiram entre os grupos. A mediana para dose de indução com propofol foi de 5,9mg/kg, variando de 4,7 a 6,7mg/kg. A taxa de infusão contínua média de propofol foi de 0,37±0,11mg/kg/min, variando ao longo dos 60 minutos. Em TZ, dois animais necessitaram de três e cinco repiques. Comparado à tiletamina-zolazepam, menos efeitos adversos pós-anestésicos devem ser esperados com o propofol, devido à recuperação mais suave e rápida.


#4 - Comparative anatomy of the gluteal muscles of Sapajus libidinosus, 36(11):1127-1131

Abstract in English:

ABSTRACT.- Soares N.P., Vieira V.S., Pereira D.K.S., Lima F.C., Araújo E.G. & Pereira K.F. 2016 Comparative anatomy of the gluteal muscles of Sapajus libidinosus. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(11):1127-1131. Laboratório de Anatomia Humana e Comparativa, Curso de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Goiás, Regional Jataí, BR-364 Km 192, Setor Parque Industrial, Jataí, GO 75800-000, Brazil. E-mail: kpereiraufg@gmail.com New World primates Sapajus sp. unexpectedly display cognitive aspects, tool use, social behavior, memory and anatomical aspects similar to Old World primates, such as chimpanzees and baboons. Convergent evolutionary aspects must have occurred between Sapajus and Old World primates and should be verified not only in terms of behavior analysis, but also of anatomical structure. The pelvic region can provide data for evolutionary verification trends, since taking standing position is one of the characteristics associated to the use of tools by early humans and pongids. We used eight specimens of Sapajus libidinosus to describe the deep muscular structure of the pelvis. Unlike humans, the gluteus medius muscle in S. libidinosus is completely covered by the gluteus maximus and elongated as compared to humans and chimpanzees, putatively by the elongated pelvis of S. libidinosus. Considering origin and insertion, the gluteus maximus muscle resembles more its counterpart in baboons than in humans and chimpanzees, since this muscle in baboons is associated to semibiped posture and to the tail. Gluteus minimum, piriformis, superior gemellus, internal shutter, gemellus and lower square muscles are positioned in this order in relation to the cranial-caudal axis, with all of its tendons converging for a common insertion in the greater trochanter. The muscles of the gluteal region of S. libidinosus are similar to the baboon, especially regarding the gluteus maximus, which points to the evolutionary kinship of these animals.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Soares N.P., Vieira V.S., Pereira D.K.S., Lima F.C., Araújo E.G. & Pereira K.F. 2016 Comparative anatomy of the gluteal muscles of Sapajus libidinosus. [Anatomia comparativa dos músculos da região glútea de Sapajus libidinosus.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(11):1127-1131. Laboratório de Anatomia Humana e Comparativa, Curso de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Goiás, Regional Jataí, BR-364 Km 192, Setor Parque Industrial, Jataí, GO 75800-000, Brazil. E-mail: kpereiraufg@gmail.com Os Sapajus sp. apresentam aspectos cognitivos, uso de ferramentas, comportamento social e memória, além de aspectos anatômicos, similares à primatas do Velho Mundo, como chimpanzés e babuínos, fatos inesperados para estes animais, que são primatas do Novo Mundo. Aspectos evolutivos convergentes devem ter ocorrido entre Sapajus e primatas do Velho Mundo que devem ser verificados não somente em termos de análise do comportamento, mas da estrutura anatômica. A região pélvica pode fornecer dados para a verificação de tendências evolucionárias, pois assumir a posição bípede é uma das características associadas ao uso de ferramentas pelos humanos primitivos e pongídeos. Para descrever a estrutura muscular profunda da pelve, foram utilizados oito espécimes de Sapajus libidinosus. O músculo glúteo médio em S. libidinosus, diferente de humanos, é totalmente recoberto pelo glúteo máximo, é alongado em relação aos humanos e chimpanzés, putativamente pela pelve alongada dos S. libidinosus. O músculo glúteo máximo se assemelha, considerando origem e inserção mais aos babuínos do que em humanos e chimpanzés, uma vez que em babuínos esse músculo está associado à postura semibípede e à cauda. Os músculos glúteo mínimo, piriforme, gêmeo superior, obturador interno, gêmeo inferior e quadrado estão posicionados nesta ordem em relação ao eixo crânio-caudal com todos seus tendões convergindo para uma inserção comum no trocânter maior. Os músculos da região glútea de S. libidinosus são semelhantes ao babuíno principalmente no que se refere ao músculo glúteo máximo, o que reflete o parentesco evolutivo desses animais.


#5 - Ulcerative and granulomatous enteritis associated with Molineus torulosus parasitism in neotropical primates, 36(10):1005-1008

Abstract in English:

ABSTRACT.- Bacalhao M.B.M., Siqueira R.A.S., Nery T.F.L., Firmino M.O., Oliveira Neto T.S., Nascimento H.H.L., Guerra R.R. & Lucena R.B. 2016. Ulcerative and granulomatous enteritis associated with Molineus torulosus parasitism in neotropical primates. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):1005-1008. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Federal da Paraíba, Centro Ciências Agrárias, Cidade Universitária, Areia, PB 58397-110, Brazil. E-mail: lucena.rb@gmail.com This paper reports eleven cases of ulcerative and granulomatous enteritis associated with Molineus torulosus parasitism in different species of neotropical primates of the Sapajus genus. All of the affected monkeys had been apprehended by the environmental police and were being treated in a rehabilitation center for wild animals. The clinical history was weight loss and debility. During the necropsy, several nodules were found on the duodenum and proximal jejunum wall, with ulcers on the adjacent intestinal mucosa, including the nodules in the pancreas of four monkeys. Histologically, eosinophilic granulomas were observed in the small intestine, associated with fibrosis, eggs and adult models of Trichostrongylidae, etiology consistent with Molineus torulosus. This study describes the first cases of parasitism in Sapajus flavius, a species previously considered extinct, but recently rediscovered, and presents the occurrence of M. torulosus in two other species, Sapajus libidinosus and Sapajus apella.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Bacalhao M.B.M., Siqueira R.A.S., Nery T.F.L., Firmino M.O., Oliveira Neto T.S., Nascimento H.H.L., Guerra R.R. & Lucena R.B. 2016. Ulcerative and granulomatous enteritis associated with Molineus torulosus parasitism in neotropical primates. [Enterite ulcerativa e granulomatosa com parasitismo de Molineus torulosus em primatas neotropicais.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):1005-1008. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Federal da Paraíba, Centro Ciências Agrárias, Cidade Universitária, Areia, PB 58397-110, Brazil. E-mail: lucena.rb@gmail.com São relatados 11 casos de enterite ulcerativa e granulomatosa associada ao parasitismo por Molineus torulosus em diferentes espécies de primatas neotropicais do gênero Sapajus. Todos os macacos afetados haviam sido apreendidos pela polícia ambiental e estavam sendo tratados em um centro de reabilitação de animais silvestres. O histórico clínico era de emagrecimento e debilidade. Durante a necropsia, foram constatados diversos nódulos na parede do duodeno e jejuno proximal, com úlceras na mucosa intestinal adjacente, além de nódulos no pâncreas de quatro macacos. Histologicamente, observou-se no intestino delgado, granulomas eosinofílicos associados à fibrose, ovos e exemplares adultos de tricostrongilídeos, etiologia consistente com Molineus torulosus. O presente trabalho descreve os primeiros casos de parasitismo em Sapajus flavius, uma espécie antes considerada extinta e recentemente redescoberta, e relata a ocorrência de M. torulosus em outras duas espécies, Sapajus libidinosus e Sapajus apella.


#6 - Morphological description of two species of Sapajus found in Paraíba: S. libidinosus and the newly discovered and endangered S. flavius, 36(4):317-321

Abstract in English:

ABSTRACT.- Bacalhao M.B.M., Firmino M.O., Siqueira R.A.S., Ramalho A.C., Cavalcante T.A., Nery T.F.L. & Guerra R.R. 2016. [Morphological description of two species of Sapajus found in Paraíba: S. libidinosus and the newly discovered and endangered S. flavius.] Descrição morfológica de duas espécies de Sapajus encontradas na Paraíba: S. libidinosus e o recém-redescoberto e já criticamente ameaçado S. flavius. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(4):317-321. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal da Paraíba, Campus II, Areia, PB 58397-000, Brazil. E-mail: rromaoguerra@gmail.com Sapajus flavius and S. libidinosus are two species of capuchin monkeys found in the state of Paraíba, Brazil. S. flavius or Macgrave´s capuchin monkey was recently rediscovered and is now critically endangered, found only in remaining fragments of Atlantic forest in the coastal region of the Brazian Northeast. S. libidinosus has a larger population and distribution, coexisting with S. flavius in Paraíba, however living in the western part of the state, in the semi-arid. Since there is a lack of knowledge about these species, a morphologic description of them was made, involving external and gastrointestinal tract biometry, visceral topography and anatomic description. Although the literature describes S. flavius as the smaller monkey of the Sapajus genus, we conclude that there are no morphological differences between these species. Such information contributes to best management practices for conservation of the species and to the correct taxonomic classification of the genus recently modified.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Bacalhao M.B.M., Firmino M.O., Siqueira R.A.S., Ramalho A.C., Cavalcante T.A., Nery T.F.L. & Guerra R.R. 2016. [Morphological description of two species of Sapajus found in Paraíba: S. libidinosus and the newly discovered and endangered S. flavius.] Descrição morfológica de duas espécies de Sapajus encontradas na Paraíba: S. libidinosus e o recém-redescoberto e já criticamente ameaçado S. flavius. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(4):317-321. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal da Paraíba, Campus II, Areia, PB 58397-000, Brazil. E-mail: rromaoguerra@gmail.com Sapajus flavius e S. libidinosus são duas espécies de macacos-prego encontrados no Estado da Paraíba. S. flavius ou macaco-prego-galego foi recentemente redescoberto e está criticamente ameaçado de extinção, sendo encontrado em fragmentos remanescentes de mata Atlântica do litoral do RN, PB, PE e AL. S. libidinosus tem uma distribuição e população maior, coexistindo de S. flavius na PB, entretanto, ocupando o oeste da PB, na caatinga. Frente à lacuna no conhecimento sobre estas espécies foi realizada a descrição morfológica das mesmas, envolvendo biometria externa, dos órgãos do trato gastrointestinal, topografia visceral e a descrição anatômica. Apesar da literatura descrever S. flavius como o menor dos Sapajus, concluímos que não há diferenças morfológicas entre as espécies estudadas. Tais informações servem de subsídios para melhores manejos visando a conservação das espécies e ajudando na classificação taxonômica desse gênero recentemente modificado.


#7 - Anatomy and histology of the urinary tract in the capuchin monkey (Sapajus apella), 36(3):221-226

Abstract in English:

ABSTRACT.- Lima A.R., Guimarães S.B., Branco E., Giese E.G., Muniz J.A.P.C., Ricci R.E.G. & Miglino M.A. 2016. [Anatomy and histology of the urinary tract in the capuchin monkey (Sapajus apella).] Anatomia e histologia do trato urinário do macaco-prego (Sapajus apella). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(3):221-226. Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal, Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Av. Pres. Tancredo Neves 2501, Montese, Belém, PA 66077-530, Bra­zil. E-mail: vetlima@uol.com.br Sapajus apella is a primate of the New World of midsize and with geographical distribution from South America to Argentina. Good models for the study and in recent years have been widely used for this purpose. The progressive destruction of the natural habitat of these animals has led to migrate to other regions, thus making them more susceptible to hunting predator. The need for the preservation of wild species arouses interest by a greater anatomic and clinical knowledge of these animals. The present study was aimed to examine and describe the morphological aspects, as far as the macroscopic and microscopic anatomy of the organs of the urinary system of female Sapajus apella aiming to extend the anatomical knowledge for this species. Four females were used, from the National Center of Primates in Ananindeua - PA. The urinary system of S. apella has similar characteristics to other primates both human and non-human and domestic animals. The kidneys showed macroscopic aspects similar to the kidneys of humans, but with the same classification of other non-human primates and some domestic animals. The bladder was similar to domestic animals and primates in general, human and non-human. The same occurred when we analyze these components histologically.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Lima A.R., Guimarães S.B., Branco E., Giese E.G., Muniz J.A.P.C., Ricci R.E.G. & Miglino M.A. 2016. [Anatomy and histology of the urinary tract in the capuchin monkey (Sapajus apella).] Anatomia e histologia do trato urinário do macaco-prego (Sapajus apella). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(3):221-226. Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal, Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Av. Pres. Tancredo Neves 2501, Montese, Belém, PA 66077-530, Bra­zil. E-mail: vetlima@uol.com.br Sapajus apella é um primata do Novo Mundo de porte médio e com distribuição geográfica desde a América do Sul até a Argentina. São bons modelos para estudo e nos últimos anos vêm sendo amplamente utilizados para este fim. A destruição progressiva do habitat natural desses animais os tem levado a migrarem para outras regiões, tornando-os, assim, mais susceptíveis à caça predatória. A necessidade de preservação das espécies silvestres desperta interesse por um maior conhecimento anatômico e clínico para estes animais. O presente estudo teve como objetivo examinar e descrever os aspectos morfológicos, quanto a anatomia macroscópica e microscópica dos órgãos do sistema urinário de fêmeas da espécie Sapajus apella visando estender o conhecimento anatômico para esta espécie. Foram utilizadas quatro fêmeas, oriundas do Centro Nacional de Primatas de Ananindeua/PA. istema urinário de S. apella apresenta características similares a outros primatas tanto humanos quanto não humanos e aos animais domésticos. Os rins apresentaram aspectos macroscópicos semelhantes aos rins de humanos, mas com a mesma classificação de outros primatas não humanos e alguns animais domésticos. A bexiga assemelhou-se aos animais domésticos e aos primatas de maneira geral, humano e não humano. O mesmo ocorreu quando analisamos estes órgãos histologicamente.


#8 - Anatomy of the medullary conus applied to the epidural route of administration of drugs in capuchin monkeys (Sapajus libidinosus), 34(Supl.1):29-33

Abstract in English:

ABSTRACT.- Cordeiro J.F., Santos J.R.S., Dantas S.B.A., Fonseca S.S., Dias R.F.F., Medeiros G.X., Nobrega Neto P.I. & Menezes D.J.A. 2014. [Anatomy of the medullary conus applied to the epidural route of administration of drugs in capuchin monkeys (Sapajus libidinosus).] Anatomia do cone medular aplicada à via epidural de administração de fármacos em macacos-prego (Sapajus libidinosus). Pesquisa Veterinária Brasileira 34(Supl.1):29-33. Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária, Universidade Federal de Campina Grande, Av. Universitária, Cx. Postal 64, Santa Cecília, Patos, PB 58708-110, Brazil. E-mail: mdanayres@gmail.com This study aimed to describe the topography of the conus of capuchin monkey (Sapajus libidinosus) to provide support for anesthetic procedures, as well as examinations of myelography and CSF collection, among other procedures using the epidural route. Eight animals were dissected, six males and two females, of different ages. The skin was countered for removal of the dorsal musculature for exposure of the entire spine and identification of the lumbar and sacral vertebrae. To establish the end of the spinal cord and to measure the length of the conus medullaris, we opened the lumbosacral spinal canal through side section of the vertebral arches. The dura mater was sectioned to visualize the conus and to observe the topographical relation with the vertebrae. All animals showed five lumbar vertebrae and three sacral vertebrae. The vertebrae were in general very closed with the spinous processes well developed and directed cranially. The conus of capuchin monkeys was located between the L2 and L5 vertebrae, with the base mostly in the L3 vertebra, and the peak in L4. The body length (interarcual space occiptoatlântico until sacrocaudal interarcual space) ranged from 22.9 to 31.8cm, with a mean of 27.44±3.1cm while the medullary cone length ranged from 1.70 to 3.51cm, with a mean of 2.47±0.57cm. There was no correlation between body size and length of the medullary cone (r=0.212). It is concluded that despite the variations in length and positioning of the medullary cone, its height does not exceed the lumbosacral joint, making safe access to the epidural space in this way.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Cordeiro J.F., Santos J.R.S., Dantas S.B.A., Fonseca S.S., Dias R.F.F., Medeiros G.X., Nobrega Neto P.I. & Menezes D.J.A. 2014. [Anatomy of the medullary conus applied to the epidural route of administration of drugs in capuchin monkeys (Sapajus libidinosus).] Anatomia do cone medular aplicada à via epidural de administração de fármacos em macacos-prego (Sapajus libidinosus). Pesquisa Veterinária Brasileira 34(Supl.1):29-33. Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária, Universidade Federal de Campina Grande, Av. Universitária, Cx. Postal 64, Santa Cecília, Patos, PB 58708-110, Brazil. E-mail: mdanayres@gmail.com Com este estudo objetivou-se descrever a topografia do cone medular do macaco-prego (Sapajus libidinosus) a fim de fornecer suporte para que a realização de procedimentos anestésicos, bem como exames de mielografia e coleta de líquor, dentre outros procedimentos que utilizam a via epidural. Para tanto foram dissecados oito animais, sendo seis machos e duas fêmeas, de diferentes faixas etárias. Rebateu-se a pele para retirada da musculatura da região dorsal, exposição de toda a coluna vertebral e identificação das vértebras lombares e sacrais. Para estabelecer o final da medula espinhal e medir o comprimento do cone medular, foi aberto todo o canal vertebral lombossacro, seccionando-se lateralmente os arcos vertebrais. Em seguida a duramáter foi seccionada para visualização do cone medular e observação da relação topográfica deste com as vértebras. Todos os animais apresentaram cinco vértebras lombares e três vértebras sacrais. As vértebras se apresentaram, de forma geral, muito próximas e com os processos espinhosos bem desenvolvidos e direcionados em sentido cranial. O cone medular dos macacos-prego situou-se entre as vértebras L2 e L5, com a base localizando-se com maior frequência na altura da vértebra L3, enquanto o ápice em L4. O comprimento corporal (espaço interarcual occiptoatlântico até o espaço interarcual sacrocaudal) variou de 22,9 a 31,8cm, com média de 27,44 ±3,1cm enquanto que comprimento do cone medular variou de 1,70 a 3,51cm, com média de 2,47 ±0,57cm. Não houve correlação entre o tamanho do corpo e o comprimento do cone medular (r = 0,212). Conclui-se que apesar das variações do comprimento e posicionamento do cone medular, o seu ápice não ultrapassa a articulação lombossacral, tornando seguro o acesso ao espaço epidural por esta via.


#9 - Root morphology of the permanent dentition Sapajus apella: morphometry, gross anatomy, ultrastructure and physical properties, 34(8):791-796

Abstract in English:

ABSTRACT.- Fernandes L.M.P., Nascimento E.M., Nunes C.S.R., Vieira E.P., Lins P.D., Teixeira F.B., Couto R.S.D.A. & Lima R.R. 2014. [Root morphology of the permanent dentition Sapajus apella: morphometry, gross anatomy, ultrastructure and physical properties.] Morfologia radicular da dentição permanente de Sapajus apella: morfometria, anatomia macroscópica, ultraestrutura e propriedades físicas. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(8):791-796. Laboratório de Biologia Estrutural e Funcional, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal do Pará, Rua Augsuto Correa 1, Guamá, Belém, PA 66075-900, Brazil. E-mail: rafalima@ufpa.br This paper aimed the anatomical study including morphometric, ultrastructural and physical properties of permanent teeth of Sapajus apella primate. Ten adult male monkeys were studied. The teeth were evaluated for their length, root anatomy (external and internal considering the number of roots and canals), direction and shape of the root canal, density and diameter of the tubular root canal, dentin microhardness, and composition. The root anatomy showed specificity regarding the number of roots of the second premolar and the presence of the third premolar. We observed a decrease in the number and diameter of dentinal tubules along the root canal, a statistically significant difference when compared with the apical and cervical regions. Similarities with human teeth were found in regard to microhardness values and proportion of chemical elements in the root dentin.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Fernandes L.M.P., Nascimento E.M., Nunes C.S.R., Vieira E.P., Lins P.D., Teixeira F.B., Couto R.S.D.A. & Lima R.R. 2014. [Root morphology of the permanent dentition Sapajus apella: morphometry, gross anatomy, ultrastructure and physical properties.] Morfologia radicular da dentição permanente de Sapajus apella: morfometria, anatomia macroscópica, ultraestrutura e propriedades físicas. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(8):791-796. Laboratório de Biologia Estrutural e Funcional, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal do Pará, Rua Augsuto Correa 1, Guamá, Belém, PA 66075-900, Brazil. E-mail: rafalima@ufpa.br O objetivo desse trabalho foi contribuir com o estudo anatômico, morfométrico, ultraestrutural e propriedades físicas dos dentes permanentes do primata Sapajus apella. Para tal, foram utilizados 10 animais adultos e machos. Os dentes foram avaliados quanto ao seu comprimento e quanto à anatomia radicular externa e interna considerando número de raízes e canais, forma e direção radicular e forma do canal, assim como análise da densidade e diâmetro tubular do canal radicular, composição e microdureza dentinária. A anatomia radicular desse primata apresentou especificidades, como o número de raízes do segundo pré-molar superior e a presença do terceiro pré-molar. Quanto à densidade e o diâmetro dos túbulos dentinários, observou-se uma diminuição do número e diâmetro de túbulos ao longo do canal radicular, havendo diferença estatisticamente significante ao se comparar o terço apical com as regiões cervical e média, padrão de densidade e tamanho semelhantes a dentes humanos. Semelhanças também foram encontradas com dentes humanos quando comparados os valores de microdureza e proporção de elementos químicos encontrados na dentina radicular.


#10 - Comparative anatomy of dura-mater of Sapajus libidinosus, 33(10):1263-1268

Abstract in English:

ABSTRACT.- Pereira K.F., Menezes V.A. & Araújo E.G. 2013. [Comparative anatomy of dura-mater of Sapajus libidinosus.] Anatomia comparativa da dura-máter de Sapajus libidinosus. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(10):1263-1268. Laboratório de Anatomia Humana e Comparativa, Curso de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Goiás, Campus Jataí, Rodovia BR-364 Km 192, Setor Parque Industrial, Jataí, GO 75800-000, Brazil. E-mail: kpereiraufg@gmail.com Sapajus libidinosus is a new World primate commonly known as capuchin monkey, geographically distributed throughout South America, has characteristics of restlessness and ability to manipulate tools to obtain food. This study aimed to describe the morphology of the dural sinuses of S. libidinosus through a comparative perspective. We used 3 adult male from the Federal University of Goiás, Brazil, fixed in aqueous 10% formaldehyde. The longitudinal fissure in the brain extends deeply and divides the organ into two left right hemispheres, The frontal and parietal lobe presents relatively smooth surface, but with well-defined gyri and sulci. In the occipital lobe, however, smooth surface aspect prevails. We observed eight sinuses of the dura mater, sagittal dorsal, ventral sagittal, transverse, straight, sigmoid, basilar and temporal which corresponds generally to the descriptions of other primates as Pan, Papio and man. Furthermore, parietal sinus similar to Saimiri sciureus and absence of sinus occipital, as in Macaca mullata, were also recorded. In the capuchin monkey, intracavernous, sphenoparietal, superior petrosal and inferior petrosal sinuses, which are described in Pan, Papio and Man, were absent. Taken together, these data point to a possible grater evolutionary proximity to man of Papio and Pan as compared to Cebus.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Pereira K.F., Menezes V.A. & Araújo E.G. 2013. [Comparative anatomy of dura-mater of Sapajus libidinosus.] Anatomia comparativa da dura-máter de Sapajus libidinosus. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(10):1263-1268. Laboratório de Anatomia Humana e Comparativa, Curso de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Goiás, Campus Jataí, Rodovia BR-364 Km 192, Setor Parque Industrial, Jataí, GO 75800-000, Brazil. E-mail: kpereiraufg@gmail.com O Sapajus libidinosus é um primata do novo mundo popularmente conhecido como macaco-prego, geograficamente distribuído por todo território sul-americano, possui características de inquietude e habilidade de manipulação de ferramentas para a obtenção de alimentos. Este estudo teve por objetivo descrever a morfologia dos seios da dura-máter de Sapajus libidinosus numa perspectiva comparativa. Foram utilizados um total de 3 animais adultos e machos oriundos da Universidade Federal de Goiás e fixados em solução aquosa de formaldeído 10%. No encéfalo de S. libidinosus, foi possível observar a fissura longitudinal, profunda e que divide o mesmo em dois hemisférios, esquerdo e direito. O lobo parietal e frontal apresenta-se relativamente lisoencefálico, mas com giros e sulcos bem definidos e no lobo occipital nota-se a predominância do aspecto lisencefálico. Nota-se a presença de 8 seios da dura-máter, que corresponde de modo geral às descrições para outros primatas como Pan, Papio e homem. Notamos a presença dos seios sagital dorsal, seio sagital ventral, seio transverso, seio reto, seio sigmóide, seio temporal e seio basilar, que são semelhantes a Pan, Papio e homem, a presença do seio parietal semelhante à Saimiri sciureus e a ausência do seio occipital, assim como em Macaca mullata. No macaco prego não foram observados os seios intracavernosos, seio esfenoparietal, seio petroso superior, seio petroso inferior, sendo estes descritos em Pan, Papio e Homem. Sendo assim, estes dados demonstram uma possível maior proximidade evolutiva entre Papio e Pan em relação ao homem do que o macaco Sapajus.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV
-->