Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa hidatidose

#1 - Epidemiological analyses of cattle carcasses affected by cysticercosis and hydatidosis in the State of Rio Grande do Sul from 2014 to 2018

Abstract in English:

Bovine cysticercosis and hydatidosis are frequently identified by inspectors in slaughterhouses from the state of Rio Grande do Sul. Slaughterhouse records can provide valuable information for animal-related diseases and public health surveillance. Analyzing these data can aid set priorities to regions or properties that need more attention. Slaughter condemnation data is collected daily and stored in the Agricultural Defense System (SDA) database of the State Veterinary Services. However, it needs to be turned into useful information in bovine cysticercosis and hydatidosis surveillance programs. This study aimed to discuss how the analysis of condemnation data in the context of epidemiology can be useful for a surveillance system of bovine cysticercosis and hydatidosis. For this purpose, slaughter data of 5,137,870 cattle from 480,000 animal movement permits (GTA) from 97,891 farms from 2014 to 2018 were obtained from the Secretary of Agriculture, Livestock and Rural Development of the State of Rio Grande do Sul (SEAPDR-RS). Differences in the occurrence rates of bovine cysticercosis and hydatidosis among mesoregions over time were assessed through generalized linear models. Cysticercosis was identified in 65,379 (1.27%) carcasses and hydatidosis in 323,395 (6.29%). The occurrence rates of both diseases varied distinctly over time between the regions (p<0.01). Next, a process was developed to identify priority farms to target a surveillance program based on the prevalence. Period prevalence for cysticercosis and hydatidosis was obtained for each farm. The epidemiological indicator was calculated for each farm, dividing the number of affected carcasses by the number of bovines sent to slaughter during the period. The mean prevalence was obtained, and the exact binomial test was applied to identify farms presenting prevalence above the mean. It was observed that 2.48% and 6.17% of the farms had prevalence above the population mean prevalence of cysticercosis and hydatidosis, respectively. The Western mesoregion had the highest percentage of farms with prevalence above the average for cysticercosis (6.9%), followed by the Southwest mesoregion (6.0%). For hydatidosis, the percentage frequency of farms with prevalence above the average was markedly higher in the mesoregions Southeast (32.8%) and Southwest (29.5%). The results showed that analysis of slaughterhouse condemnation data of SDA is useful to identify situations in which the occurrence of the diseases is significantly higher than the average to apply additional measures or epidemiological investigations. This information may be useful in plans of epidemiological surveillance programs for controlling bovine cysticercosis and hydatidosis by the State’s Official Veterinary Services.

Abstract in Portuguese:

Lesões características de cisticercose e hidatidose bovina são frequentemente identificadas por fiscais em abatedouros no Rio Grande do Sul. Dados de condenações destas propriedades são coletados diariamente e armazenados em banco de dados do Sistema de Defesa Agropecuária (SDA) da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR-RS), podendo fornecer informações valiosas para a vigilância de doenças de importância para a saúde animal e saúde pública, bem como, contribuir para a tomada de decisão direcionada a propriedades rurais ou regiões que realmente necessitam de intervenção sanitária. No entanto, estes dados precisam ser transformados em informação útil para programas de prevenção e controle da cisticercose e da hidatidose bovina. O presente trabalho teve como objetivo analisar os dados de condenações de carcaças bovinas abatidas em frigoríficos sob inspeção estadual no Rio Grande do Sul, no período de 2014 a 2018. Foram utilizados dados de 5.137.870 bovinos enviados para abate em 480.000 lotes (GTA emitidas) de 97.891 fazendas. Diferenças nas taxas de ocorrência de cisticercose e hidatidose bovina ao longo do tempo, entre as mesorregiões do Rio Grande do Sul, foram analisadas por meio de modelos lineares generalizados. A cisticercose foi identificada em 65.379 (1,27%) carcaças e a hidatidose em 323.395 (6,29%) carcaças. Ao longo do tempo detectou-se uma tendência de redução nas taxas de ocorrência das duas doenças que, por sua vez, se comportaram de maneira distinta entre as mesorregiões (p<0,01). Por outro lado, desenvolveu-se um processo para identificação de propriedades prioritárias para ação de vigilância com base na prevalência. A prevalência no período para cisticercose e hidatidose foi calculada para cada propriedade. O indicador foi obtido dividindo-se o número de carcaças afetadas pelo número total de animais enviados para abate, ou seja, é a proporção de ocorrência das parasitoses dentre os animais enviados para abate em cada propriedade no período de cinco anos. A prevalência média ou populacional (π), que é a média das prevalências de todas as propriedades, foi calculada e, em seguida, foi aplicado o teste exato binomial para identificar as propriedades com prevalência acima da média para ambas as doenças. Foi observado que 2,48% (2.425/97.841) e 6,17% (6.039/97.841) das propriedades apresentavam prevalências acima da média populacional para cisticercose e hidatidose, respectivamente. Observou-se que a mesorregião Centro Ocidental possui maior frequência percentual de propriedades com prevalência de cisticercose acima da média (6,9%), seguido pela mesorregião Sudoeste (6,0%). Já para hidatidose, a frequência percentual de propriedades com prevalência acima da média foi substancialmente superior nas mesorregiões Sudeste (32,8%) e Sudoeste (29,5%) quando comparada às demais. Os resultados demonstraram que com os dados de condenações de abatedouro do SDA foi possível identificar situações em que a ocorrência das doenças é significativamente alta e que necessitam de medidas ou investigações epidemiológicas adicionais. O conhecimento dessa informação pode ser útil no planejamento de programas de vigilância epidemiológica para o controle da cisticercose e hidatidose bovina pelos serviços veterinários oficiais do Estado.


#2 - Occurrence of hydatidosis and cysticercosis in cattle in southern Rio Grande do Sul, Brazil, from 2013 to 2016, 38(10):1918-1922

Abstract in English:

ABSTRACT.- Alberti T.S., Bruhn F.R.P., Lansini V., Raffi M.B., Scheid H.V., Zamboni R., Quevedo L. & Sallis E.S.V. 2018. Occurrence of hydatidosis and cysticercosis in cattle in southern Rio Grande do Sul, Brazil, from 2013 to 2016. [Ocorrência de hidatidose e cisticercose em bovinos na região sul do Rio Grande do Sul, de 2013 a 2016.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(10):1918-1922. Departamento de Patologia Animal, Universidade Federal de Pelotas, Campus Universitário, Pelotas, RS 96010-900, Brazil. E-mail: esvsallis@yahoo.com.br Hydatidosis and cysticercosis are parasitoses caused by the larval forms of the cestodes Equinococcus spp. and Taenia spp., which belong to the Taeniidae family. Their definitive hosts are canids and humans, respectively, with ruminants as the intermediate hosts and humans as an accidental host of both diseases. These parasites are responsible for large economic losses in slaughterhouses due to condemnation of carcasses and by-products. The present study reports the mean incidence rates of hydatidosis and cysticercosis in cattle slaughtered in the southern region of Rio Grande do Sul state, Brazil. The incidence rates observed between 2013 and 2016 were 19.96% and 0.9%, respectively, with decreased tendency of occurrence of both diseases in those years. Despite the downward tendency of the diseases, hydatidosis presented high incidence. Hydatidosis performance over the years was characterized by significant increase in the number of cases, followed by marked decrease. Cysticercosis presented a decrease in number of cases at the beginning and the end of each year. These diseases have a significant socioeconomic impact as they are responsible for large losses in the livestock industry, due to reduced productivity and carcass condemnation, and represent a risk to public health.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Alberti T.S., Bruhn F.R.P., Lansini V., Raffi M.B., Scheid H.V., Zamboni R., Quevedo L. & Sallis E.S.V. 2018. Occurrence of hydatidosis and cysticercosis in cattle in southern Rio Grande do Sul, Brazil, from 2013 to 2016. [Ocorrência de hidatidose e cisticercose em bovinos na região sul do Rio Grande do Sul, de 2013 a 2016.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(10):1918-1922. Departamento de Patologia Animal, Universidade Federal de Pelotas, Campus Universitário, Pelotas, RS 96010-900, Brazil. E-mail: esvsallis@yahoo.com.br Hidatidose e cisticercose são parasitoses causadas pelas formas larvais dos cestódeos Equinococcus spp. e Taenia spp., pertencentes a família Taeniidae, possuem como hospedeiros definitivos canídeos e o homem respectivamente, sendo os ruminantes os hospedeiros intermediários, e o homem um hospedeiro acidental, em ambas as doenças. Estas parasitoses são responsáveis por grandes perdas econômicas em frigoríficos, devido a condenações de carcaças e subprodutos. O presente artigo relata que a incidência média de hidatidose e cisticercose em bovinos abatidos na região sul do Rio Grande do Sul, entre os anos de 2013 e 2016, foi de 19,96% e 0,9% respectivamente, sendo avaliada uma tendência de queda no número de casos de ambas as doenças ao longo dos anos analisados. Apesar da tendência de queda das doenças, a hidatidose apresentou uma alta incidência. O comportamento da hidatidose ao longo dos anos foi caracterizado por aumentos significativos no número de casos da doença, seguidos por acentuadas quedas. Já a cisticercose apresentou uma diminuição no número de casos no início e no final de cada ano. Estas doenças apresentam grande impacto socioeconômico, pois são responsáveis por grandes perdas na pecuária, por redução na produtividade e condenações, além de representarem um risco à saúde pública.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV
-->