Resultado da pesquisa (4)

Termo utilizado na pesquisa errante

#1 - Prevalence and factors associated with Dirofilaria immitis infection in dogs in Sertão Paraibano, Northeast Brazil

Abstract in English:

Dirofilaria immitis is a heart and large vessel parasite that mainly affects domestic dogs and has shown a re-emerging zoonosis in recent years. The objective of this study was to determine the prevalence, associated factors, and geographic areas of D. immitis in dogs in the city of Sousa, Paraíba, Northeast Brazil. A total of 320 dogs were selected and evaluated, 160 domiciled and 160 wandering, from the 32 districts of the city. Clinical examination, blood collection, and epidemiological data retrieval were performed for each animal. The sanitation conditions of the environment were visually observed at the time of evaluation. Three methods were used to investigate the morphometric diagnosis of microfilariae: capillary blood smear (ESC), peripheral blood smear (ESP), and modified Knott test. The data were subjected to univariate and multivariate statistics for the observation of risk factors and qualitative assessment of the examinations. Of the 17.5% (56/320) of animals testing positive for D. immitis, 25% (40/160) were wandering and 10% (16/160) were domiciled dogs. Positive dogs were found in 24 of the 32 neighborhoods evaluated, with Angelim and Doutor Zezé having the highest percentages of 1.56% (5/320) each. Only the categories of cardiac alterations (OR 6.231 [1,539-25,236]) and stray dogs (OR 2.463 [1,281-4,735]) demonstrated potential risk factors for infection. Of the 56 positive animals, 28 were positive in the three tests, and another 28 showed variance between methods and/or between prepared slides. No other filaridae were observed. The city of Sousa is considered to have a significant prevalence of infection by D. immitis, and forms of control and prophylaxis are required to reduce the risks of transmission to animals, as well as to humans.

Abstract in Portuguese:

Dirofilaria immitis é um parasito de coração e de grandes vasos que acomete principalmente cães domésticos, também causador de uma zoonose reemergente nos últimos anos. O objetivo deste trabalho foi determinar a prevalência, fatores associados e áreas geográficas de D. immitis em cães na cidade de Sousa, Paraíba, Nordeste do Brasil. Para isso, foram selecionados e avaliados 320 cães, sendo 160 domiciliados e 160 errantes, provenientes dos 32 bairros da cidade. Foi realizado o exame clínico, coleta de sangue e dados epidemiológicos de cada animal. O ambiente foi observado visualmente quanto as condições de saneamento no momento de avaliação. Para pesquisa de microfilárias, foram realizados três métodos: esfregaço sanguíneo capilar (ESC), periférico (ESP) e teste de Knott-modificado, associado ao diagnóstico morfométrico das microfilárias. Os dados foram submetidos a estatísticas uni e multivariadas para observação de fatores de risco e avaliação qualitativa dos exames. Obteve-se prevalência de 17,5% (56/320) de animais positivos para D. immitis, sendo 25% (40/160) errantes e 10% (16/160) domiciliados. Dos 32 bairros avaliados, em 24 foram encontrados cães positivos, sendo Angelim e Doutor Zezé, os bairros com maior percentual 1,56% (5/320) cada. Somente as categorias de alterações cardíacas (OR 6,231 [1.539-25.236]) e cães errantes (OR 2,463 [1.281-4.735]) demonstraram potencial fator de risco para infecção. Dos 56 animais positivos, 28 apresentaram positividade nos três testes, e outros 28 demonstraram variância entre métodos e/ou entre lâminas confeccionadas. Não foram observados outros filarídeos. Considerou-se que a cidade de Sousa apresenta prevalência significativa de infecção por D. immitis, sendo necessário estabelecer formas de controle e profilaxia, para reduzir os riscos da transmissão para animais, como também para humanos.


#2 - Antimicrobial resistance evaluation of bacteria isolated from infections in small animals in the Umuarama region, Paraná

Abstract in English:

Bacterial resistance is shown to be an inevitable side effect due to the excessive use of antibiotics, becoming a significant concern worldwide. Knowledge of regional bacterial resistance profiles enables the development of site-specific infection control practices, making conscious and moderate use of commercially available antibiotics. The aim of this study was the retrospective evaluation of the antimicrobial resistance profile of bacteria isolated from companion animal infections in the region of Umuarama/PR, from 2013 to 2017. This research was performed by analyzing the database belonging to the “Laboratório de Microbiologia Animal” at the “Universidade Estadual de Maringá” (UEM). Staphylococcus spp. represented 45.53% of the bacteria isolated from clinical infections in small animals in the period and place evaluated, followed by enterobacteria (34.04%), non-fermenting Gram-negative bacilli (NFGNB, 11.06%) and Streptococcus/Enterococcus (9.36%). A high number of antimicrobial resistance to antibiotics used in veterinary medicine was found. The lowest resistances associated with the best impact factor values were found for aminoglycosides, especially amikacin, chloramphenicol, and fluoroquinolones (norfloxacin and ciprofloxacin). Intermediate results were found for sulbactam-associated ampicillin, ceftriaxone, amoxicillin-clavulanic acid, and enrofloxacin. According to the number of resistant antimicrobial drugs, 64.26% (151/235) of the isolates were classified as multidrug-resistant, being 15.32% extensively resistant. Considering the resistance to antimicrobial classes, 68.94% (162/235) of the isolates were classified as multiresistant, being 19.15% extensively resistant. No bacterial strains were characterized as pan-resistant, but ten bacteria were resistant to all classes tested, with isolated susceptibility to certain drugs. Through the evaluation of resistance profiles found in the period and place studied and relevant literature, it is clear that there is a growing increase in the number of multiresistant bacteria among domestic animals which characterizes a serious risk to public health. The therapeutic arsenal is becoming increasingly diminished, and there is more difficulty in empirical drug selection, making antimicrobial susceptibility testing essential for more specific selection in antimicrobial therapy. Educational measures on the conscious use of antibiotics, infection control, and prevention of local specific zoonoses need to be instituted for the knowledge of health professionals and general access of the population.

Abstract in Portuguese:

A resistência bacteriana, mostra-se como um efeito colateral inevitável pelo excessivo uso de antibióticos, tornando-se alvo de grande preocupação mundial. O conhecimento dos perfis de resistência bacteriana regionais possibilita o desenvolvimento de práticas de controle de infecções específicas para cada localidade, fazendo uso consciente e moderado dos antibióticos disponíveis no mercado. O objetivo deste estudo foi a avaliação retrospectiva do perfil de resistência antimicrobiana de bactérias isoladas de infecções de animais de companhia na região de Umuarama/PR, no período de 2013 a 2017. Esta pesquisa foi realizada por meio da análise do banco de dados pertencente ao Laboratório de Microbiologia Animal da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Os Staphylococcus spp. representaram 45,53% das bactérias isoladas de infecções clínicas em pequenos animais no período e local avaliado, seguido por enterobactérias (34,04%), bacilos Gram-negativos não fermentados (BGNNF, 11,06%) e Streptococcus/Enterococcus (9,36%). Um número elevado de resistência antimicrobiana frente aos antibióticos utilizados na medicina veterinária foi encontrado. As menores resistências associadas aos melhores valores do fator de impacto foram encontrados para aminoglicosídeos, em especial amicacina, cloranfenicol, fluoroquinolonas (norfloxacina e ciprofloxacina). Já resultados intermediários foram encontrados para ampicilina associada a sulbactam, ceftriaxona, amoxacilina com ácido clavulônico e enrofloxacina. Conforme o número de drogas antimicrobianas resistentes, foram classificados como multirresistentes 64,26% (151/235) dos isolados, sendo 15.32% extensivamente resistentes. Já considerando a resistência a classes de antimicrobianos, 68,94% (162/235) dos isolados foram classificados como multirresistentes, sendo 19.15% extensivamente resistentes. Nenhum isolado bacteriano foi caracterizado como pan-resistente, porém 10 bactérias foram resistentes a todas as classes testadas, com susceptibilidade isolada a determinadas drogas. Por meio da avaliação dos perfis de resistência encontrados no período e local estudados e de literatura pertinente, percebe-se que há um aumento crescente no número de bactérias multirresistentes entre os animais domésticos o que caracteriza um grave risco à saúde pública. O arsenal terapêutico está se tornando cada vez mais diminuto e há mais dificuldade na seleção empírica de drogas, tornando essencial a realização de testes de susceptibilidade antimicrobiana para uma seleção mais específica na terapêutica antimicrobiana. Medidas educativas sobre o uso consciente dos antibióticos, controle de infecções e prevenção de zoonoses específicas para as localidades precisam ser instituídas para conhecimento dos profissionais do setor da saúde e acesso geral da população.


#3 - Stray dogs in urban fragments: relation between population’s perception of their presence and socio-demographic factors

Abstract in English:

Stray dogs are associated with environment and public health impacts. São Paulo is a city with approximately 2.5 million owned dogs and until the time of writing no studies describing the distribution of the stray dog population have been conducted in this city. Therefore, no scientific support for intervention plans is available. The objective of this study was to evaluate the association of local sociodemographic and environmental factors with the population perception of presence of stray dogs in urban fragments of São Paulo city. A convenience sample of six urban fragments was selected. In-depth interviews were performe, using a systematic random sample of households in each study area, between October/2010 and January/2011 to identify socio-demographic factors of interest and determine the population’s perception of stray dogs. Additionally, the presence of stray dogs was estimated by photographic mark-recapture method. The degree of human-dog proximity and environmental factors such as waste handling were associated to the sighting of stray dogs. Stray dogs were observed in two of the six study areas, agreeing with the greater population perception of this issue on those areas. Intervention in these factors and encouragement of responsible ownership are two potential solutions for management and reduction of problems associated with the presence of stray dogs.

Abstract in Portuguese:

A presença de cães errantes está associada a impactos no meio ambiente e na saúde pública. São Paulo é uma cidade com aproximadamente 2.5 milhões de cães domiciliados e até o presente momento, não foram desenvolvidos estudos que descrevam a distribuição da população errante na cidade. Desta forma, não há suporte científico para planejar intervenções. O objetivo deste estudo foi avaliar a associação entre os fatores sociodemográficos e ambientais da população local com a frequência com que relataram a visualização de cães errantes em fragmentos urbanos da cidade de São Paulo. Foi definida uma amostra de conveniência composta por seis fragmentos urbanos, onde um questionário foi aplicado em uma amostra sistemática dos domicílios de cada área de estudo. Este questionário, aplicado entre outubro de 2010 e janeiro de 2011, determinou os fatores socio-econômicos de interesse e a percepção da presença de cães errantes pela população. Também foi estimada a presença de cães pelo método de marcação e recaptura fotográfica. Foi possível estabelecer uma relação entre a visualização de cães errantes pela população local e o grau de proximidade com cães e o manejo de resíduos do domicílio. Cães errantes foram observados em duas das seis áreas trabalhadas, em concordância com a maior percepção da sua presença pela população local. Intervenções nestes fatores e incentivo a guarda responsável são duas ações com potencial de contribuir para redução dos problemas causados pela presença de cães errantes.


#4 - B-mode and Doppler ultrasonography in the renal evaluation of dogs after intravenous administration of iodinated contrast media: technical validation, 35(9):801-810

Abstract in English:

ABSTRACT.- Martín C.M., Souto C.K., Ferrante B. & Fonseca-Pinto A.C.B.C. 2015. [B-mode and Doppler ultrasonography in the renal evaluation of dogs after intravenous administration of iodinated contrast media: technical validation.] Ultrassonografia modo B e Doppler na avaliação renal de cães após administração intravenosa de meio de contraste iodado: validação da técnica. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(9):801-810. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: cmmartin@uol.com.br Iodinated contrast media can provide hemodynamic effects related to prolonged intrarenal vasoconstriction and reduced perfusion, predisposing to hypoxia and medular ischemia. Changes in the renal vascular resistance may represent the first sign of impaired renal function. Pulsed wave Doppler sonography is low cost, non-invasive and allows renal hemodynamic evaluation by resistivity (RI) and pulsatility (PI) indices. However in dogs, spectral Doppler waveform may be hard to obtain due to scanning difficulties and lack of signal Doppler. This fact occurs mostly in the right kidney because of its cranial and dorsal position in the abdominal cavity and may prolong the exam. The purpose of this study is to prove that the pulsed wave Doppler interrogation of the canine left kidney intrarenal arteries represent the renal hemodynamic effects of intravenous administration of iodinated contrast media and is not necessary to perform the exam in both kidneys. Right and left kidneys of six adult dogs were evaluated at four different times: before intravenous contrast infusion and after 1.5 hours, 24 hours and 48 hours, subjectively by using renal morphology, cortical echogenicity and renal perfusion, and objectively by using renal length, renal volume and intrarenal vascular resistance (RI and PI). No significant differences were noted between the parameters assessed by B mode and Doppler sonography of the right and left kidney in each evaluated moment. Thus, it was noted that pulsed wave Doppler sonographic evaluation of the left kidney represented the renal hemodynamic response of intravenous iodinated contrast media administration, only if both kidneys presented similar morphometry, morphology, cortical echogenicity, and perfusion during the first assessment.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Martín C.M., Souto C.K., Ferrante B. & Fonseca-Pinto A.C.B.C. 2015. [B-mode and Doppler ultrasonography in the renal evaluation of dogs after intravenous administration of iodinated contrast media: technical validation.] Ultrassonografia modo B e Doppler na avaliação renal de cães após administração intravenosa de meio de contraste iodado: validação da técnica. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(9):801-810. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: cmmartin@uol.com.br Meios de contraste iodado podem promover efeitos hemodinâmicos relacionados à vasoconstrição intrarrenal prolongada e redução da perfusão, predispondo à hipóxia e isquemia medular. Alterações de resistência vascular renal podem representar os primeiros sinais de mudança funcional desse órgão. A técnica Doppler pulsado é considerada acessível, não invasiva e permite avaliar a dinâmica vascular dos rins, por meio da aferição dos índices de resistividade (IR) e pulsatilidade (IP). Contudo, na espécie canina, a aquisição de traçados espectrais pode ser penosa devido às dificuldades de varredura e captação de sinal Doppler, sobretudo em relação ao rim direito, devido à sua localização dorsocranial na cavidade abdominal, o que prolonga substancialmente a realização do exame. O objetivo deste estudo é comprovar que a avaliação Doppler pulsado das artérias intrarrenais do rim esquerdo de cães representa a repercussão hemodinâmica renal da administração intravenosa de meios de contraste iodado não sendo necessária a realização do exame nos dois rins. Foram avaliados ambos os rins de seis cadelas adultas em quatro momentos distintos: antes da infusão intravenosa do contraste radiológico e após 1,5 horas, 24 horas e 48 horas, por meio da análise subjetiva da morfologia, ecogenicidade cortical e grau de perfusão renais e análise objetiva do comprimento, volume e resistência vascular intrarrenais (IR e IP). Os parâmetros avaliados ao modo B e Doppler dos rins direito e esquerdo não apresentaram diferenças estatisticamente significativas entre si em cada momento avaliado. Assim, constatou-se que o exame ultrassonográfico Doppler pulsado do rim esquerdo representou a repercussão hemodinâmica renal da aplicação intravenosa de meios de contraste iodado, desde que morfometria, morfologia, ecogenicidade cortical e perfusão de ambos os rins fossem consideradas semelhantes na abordagem ultrassonográfica inicial.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV
-->