Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa biosecurity

#1 - Ammonia gas for bacterial control in poultry litter

Abstract in English:

The current techniques used in the disinfection of reused poultry litter, such as lime addition, windrowing and plastic cover on the surface, do not guarantee the elimination of pathogenic microorganisms, causing damage to the environment and animal health. Gram negative bacteria, i.e., Salmonella and Escherichia coli, can be transmitted from one batch to another through reused litter, causing health damage to broilers and humans that consume food contaminated by these agents. Our study assessed the effectiveness of the methods plastic cover on the surface (PCS) and plastic cover on the surface with ammonia gas injection (PCSAI) in the control of Gram negative bacteria. The results obtained, both in laboratory conditions (Experiment 1) and in the field (Experiment 2), demonstrate that the method PCSAI with 0.22% ammonia gas had a significant reduction (P<0.05) of Gram negative bacteria in the period of 48 hours This new methodology for disinfecting poultry litter will allow its reuse in a practical and safe way, improving the preservation of the environment, of the health of broilers and consumers of poultry products.

Abstract in Portuguese:

O reaproveitamento de camas aviárias na criação de frangos de corte é uma prática muito utilizada no Brasil. Essa prática reduz custos de produção e contribui na conservação do meio ambiente. As técnicas atuais utilizadas na desinfecção de camas aviárias reaproveitadas, como adição de cal, enleiramento e lona na superfície, não garantem a eliminação de microrganismos patogênicos porque não geram quantidade suficiente de amônia. O gás amônia, em concentrações elevadas, tem efeito biocida. Bactérias Gram negativas, como as Salmonelas e Escherichia coli, podem ser transmitidas de um lote para outro através do reaproveitamento da cama, ocasionando prejuízos para a saúde das aves e dos humanos que consomem alimentos contaminados por estes agentes. Este trabalho avaliou a eficácia do método lona na superfície com injeção de gás amônia no controle de microrganismos Gram negativos. Os resultados obtidos demostraram que esse método controlou os microrganismos Gram negativos num período de 48 horas em camas de frangos de corte reaproveitadas. Assim, essa nova metodologia de desinfecção de camas de aviário permitirá sua reutilização de forma prática e segura, melhorando a saúde das aves e dos consumidores dos produtos avícolas.


#2 - Evaluation of actions of the official veterinary service to mitigate outbreaks of infectious laryngotracheitis and improve biosecurity on laying hen farms

Abstract in English:

Infectious laryngotracheitis (ILT), caused by an Alphaherpesvirus (Gallid herpesvirus-1; GaHV-1), has been noticed in the region of the Terras Altas da Mantiqueira, Minas Gerais. From 2010 to 2018, the “Serviço Veterinário Oficial” (SVO) of the “Instituto Mineiro Agropecuário” (IMA), implemented measures to prevent spread of the virus to other regions and control the disease in the area. Due to the close proximity and consequent epidemiological link among farms, the region was considered a unique epidemiological unit. To check the efficiency of the ILT control measures, we carried out: (1) a seroepidemiological survey, (2) questionnaires for evaluating biosecurity measures; and (3) an evaluation of the influence of farm population density on the occurrence of ILT. In 2016, 2017, and 2018, ILT was investigated using epidemiological and clinicopathological methods, along with GaHV-1 molecular detection. Serological survey was carried out on 24 farms in the quarantined region and on 13 farms from other regions of the state. In 2010 and 2018, questionnaires were applied to collect data and determine indicators of biosecurity practices in all farms of the quarantined area. The differences were then assessed (Wilcoxon’s p<0.05). The results indicated positive serology throughout the region, although only on four farms (16.6%) the chickens have clinical signs, macroscopic and histological lesions of ILT. The prevalence of viral infection increased from 2016 (27%) to 2017 (50%) and was higher in farms with a high stock density (p=0.033). No disease, virus or antibodies were detected in the farms outside of the quarantined area. Although the biosecurity indicators had improved on all farms in the quarantined area (p<0.05), the virus was active and circulating in the region. The contingency measures have contained the outbreak, but biosecurity practices are paramount in the control of new outbreaks. Official control will be maintained in the region, including surveillance of new cases and biosecurity procedures to mitigate the risk of the virus reaching other regions.

Abstract in Portuguese:

Laringotraqueíte infecciosa (LTI), causada por um alfaherpesvírus (herpesvírus Gallid-1; GaHV-1), foi observada na região das Terras Altas da Mantiqueira, Minas Gerais. De 2010 a 2018, o Serviço Veterinário Oficial (SVO) do Instituto Mineiro Agropecuário (IMA) implementou medidas para impedir a disseminação do vírus para outras regiões do estado e controlar a doença na região interditada. Devido à proximidade e consequente vínculo epidemiológico entre as granjas, a região foi considerada uma unidade epidemiológica única. Para verificar a eficiência das medidas de controle de LTI, foram realizados: (1) pesquisa soroepidemiológica, (2) questionários para avaliar medidas de biosseguridade; e (3) avaliação da influência da densidade populacional da granja na ocorrência de LTI. Em 2016, 2017 e 2018, a LTI foi investigada usando métodos epidemiológicos e clínico-patológicos, com a detecção molecular de GaHV-1. O levantamento sorológico foi realizado em 24 granjas da região interditada e em 13 granjas de outras regiões do estado. Em 2010 e 2018, foram aplicados questionários para coletar dados e determinar indicadores de medidas de biosseguridade em todas as granjas da área interditada. As diferenças foram avaliadas (p<0,05 de Wilcoxon). Os resultados indicaram sorologia positiva em toda a região, embora apenas em quatro granjas (16,6%) as galinhas apresentaram sinais clínicos, lesões macroscópicas e histológicas da LTI. A prevalência de infecção viral aumentou de 2016 (27%) para 2017 (50%) e foi maior em fazendas com alta densidade de alojamento (p=0,033). Presença da doença, vírus ou anticorpos foram detectados nas granjas fora da área interditada. Embora os indicadores de biosseguridade tenham melhorado em todas as fazendas da área interditada (p<0,05), o vírus está ativo e circulava na região. As medidas de contingência contiveram o surto, mas as práticas de biosseguridade são fundamentais para o controle de novos surtos. O controle oficial será mantido na região, incluindo a vigilância de novos casos e procedimentos de biosseguridade para mitigar o risco de transmissão do vírus para outras regiões.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV
-->