Resultado da pesquisa (9)

Termo utilizado na pesquisa Guimarães A.

#1 - Molecular detection and phylogenetic analysis of Trypanosoma spp. in Neotropical primates from Rio de Janeiro State, Brazil

Abstract in English:

Trypanosoma spp. infection is a problem in many tropical countries, infecting several animal species, including humans. The aim of the present study was to identify the Trypanosoma species in Neotropical primates from Rio de Janeiro state and compare the results with other reports both phylogenetically and geographically. Molecular detection was based on the 18 SSU gene. The sequences obtained in the PCR were sequenced and compared with others previously deposited in GenBank. These sequences were used to perform phylogenetic analysis and make a distribution map of primate species infected by Trypanosoma species in Brazil. Among 34 monkeys, five capuchin monkeys (Sapajus spp.) and one marmoset (Callithrix spp.) showed Trypanosoma spp. sequences in the same clade of Trypanosoma minasense and three capuchin monkeys’ sequences were in the same clade of Trypanosoma cruzi. The Atlantic Forest and the Brazilian Amazon are the regions with the highest frequency of studies about Trypanosoma spp. and variety of Neotropical primate hosts. These are areas that deserve attention regarding the conservation of biodiversity, but it also makes evident the lack of studies with Neotropical primates in other regions of the country, as well as multidisciplinary studies to better understand the host pathogen relationships.

Abstract in Portuguese:

A infecção por Trypanosoma spp. é um problema em muitos países tropicais, infectando várias espécies animais, incluindo humanos. O objetivo do presente estudo foi identificar as espécies de Trypanosoma em primatas neotropicais no estado Rio de Janeiro e comparar os resultados com outros relatos, tanto filogeneticamente quando geograficamente. A detecção molecular foi baseada no gene SSU 18. As sequências obtidas na PCR foram sequenciadas e comparadas com outras previamente depositadas no GenBank. Essas sequências foram utilizadas para análises filogenéticas e confeccionar um mapa de distribuição de espécies de primatas infectadas por espécies de Trypanosoma no Brasil. Entre 34 macacos, cinco macacos-prego (Sapajus spp.) e um sagui (Callithrix spp.) apresentaram sequências de Trypanosoma spp. no mesmo clado de Trypanosoma minasense e três sequências de macacos-prego estavam no mesmo clado de Trypanosoma cruzi. A Mata Atlântica e a Amazônia brasileira são as regiões com maior frequência de estudos sobre Trypanosoma spp. e variedade de primatas neotropicais hospedeiros. São áreas que merecem atenção no que se refere à conservação da biodiversidade, mas também evidencia a carência de estudos com PNH em outras regiões do país e de estudos multidisciplinares para melhor compreender as relações do patógeno hospedeiro.


#2 - Somatic cell count and mastitis pathogen detection in composite and single or duplicate quarter milk samples, 36(9):811-818

Abstract in English:

ABSTRACT.- Souza F.N., Cunha A.F., Rosa D.L.S.O., Brito M.A.V., Guimarães A.S., Mendonça L.C., Souza G.N., Lage A.P., Blagitz M.G., Della Libera A.M.M.P., Heinemann M.B. & Cerqueira M.M.O.P. 2016. Somatic cell count and mastitis pathogen detection in composite and single or duplicate quarter milk samples. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(9):811-818. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Presidente Antônio Carlos 6627, Belo Horizonte, MG 31270-910, Brazil. E-mail: nogueirasouza@yahoo.com.br The most acceptable criteria for diagnosing bovine intramammary infections include results of bacteriological culture and measures of inflammation. Therefore, information on the diagnostic characteristics of the procedures used to identify infected quarters is required. Thus, this study was designed to evaluate a set of criteria to classify the infectious status of an udder at the quarter (single and duplicate milk samples) and cow (composite milk sample) levels, and to compare the infectious status with somatic cell counts (SCCs) of the samples. Here, the SCC thresholds determined by receiver operating characteristic curve analysis had a higher Youden index using mammary quarter duplicate milk samples as the gold standard for testing compared with single quarter and composite milk samples, especially for samples for which at least one of the duplicates was microbiologically positive, regardless of the mastitis pathogen isolated. The kappa coefficient for bacteriological results of the single quarter milk samples (single S1 and S2) was 0.85+0.019, indicating that single quarter milk sampling can be useful in mastitis control programs. Therefore, the use of composite milk samples to detect mastitis pathogens may be limited to the detection of major pathogens, given their predictive values. Thus, our findings suggest that the milk SCCs and microbiological examinations, although regarded as the most reliable indicators of ongoing mastitis, should be used in an integrated manner in mastitis control programs. Furthermore, the accuracy of single, duplicate and composite microbiological analyses to diagnosis mastitis should be considered for its implications in mastitis control strategies.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Souza F.N., Cunha A.F., Rosa D.L.S.O., Brito M.A.V., Guimarães A.S., Mendonça L.C., Souza G.N., Lage A.P., Blagitz M.G., Della Libera A.M.M.P., Heinemann M.B. & Cerqueira M.M.O.P. 2016. Somatic cell count and mastitis pathogen detection in composite and single or duplicate quarter milk samples. [Contagem de células somáticas e detecção de patógenos causadores de mastite em amostras de leite compostas e individuais simples ou em duplicata.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(9):811-818. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Presidente Antônio Carlos 6627, Belo Horizonte, MG 31270-910, Brazil. E-mail: nogueirasouza@yahoo.com.br Os critérios mais aceitáveis ​​para o diagnóstico das infecções intramamárias em bovinos incluem tanto os resultados da cultura bacteriológica e dos indicadores de inflamação. Portanto, a informação sobre os procedimentos mais adequados a serem utilizados para identificação dos quartos infectados é necessária. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar um conjunto de critérios para identificação da infecção intramamária em bovinos pelo exame microbiológico (amostras individuais de leite simples ou em duplicata, e amostras de leite compostas), e comparar o isolamento do patógeno nas amostras de leite coletadas por distintos critérios com a contagem de células somáticas (CCS). Os valores de corte da CCS determinados pela curva de característica de operação do receptor demonstraram que a coleta de amostras de leite em duplicata apresentou o maior valor do índice de Youden, especialmente quando considerou-se o quarto mamário infectado se pelo menos uma das amostras de leite da duplicata apresentou resultado bacteriológico positivo independentemente do patógeno isolado. O coeficiente kappa dos resultados do exame microbiológico das amostras de leite individuais (amostra simples S1 e S2) foi de 0,85+0,019, indicando que a coleta de amostras de leite individual, ou seja, a coleta de uma amostra de leite por quarto mamário, pode ser utilizada nos programas de controle de mastite. Por outro lado, a coleta de amostras de leite compostas para detectar patógenos causadores de mastite deve ser limitada à detecção dos patógenos principais, considerando os valores preditivos encontrados no presente estudo. Portanto, os resultados do presente estudo indicam que a CCS e o exame microbiológico do leite, embora considerados como os critérios mais aceitos para o diagnóstico da mastite, devem ser utilizados de forma integrada em programas de controle de mastite. Além disto, os critérios de coleta de amostras de leite para o diagnóstico da mastite pelo exame microbiológico e seus valores preditivos devem ser considerados nos programas de controle de mastite.


#3 - Occurrences of anti-Toxoplasma gondii and anti-Neospora caninum antibodies in sheep from four districts of Tocantins state, Brazilian Legal Amazon Region, 35(2):110-114

Abstract in English:

ABSTRACT.- Guimarães A., Raimundo J.M., Moraes L.M.B., Silva A.T., Santos H.A., Pires M.S., Machado R.Z. & Baldani C.D. 2015. Occurrences of anti-Toxoplasma gondii and anti-Neospora caninum antibodies in sheep from four districts of Tocantins state, Brazilian Legal Amazon Region. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(2):110-114. Departamento de Medicina Veterinária e Cirurgia, Instituto de Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, BR-465 Km 7, Seropédica, RJ 23890-000, Brazil. E-mail: crisbaldani@gmail.com Toxoplasmosis and neosporosis have been recognized as economically important diseases with considerable impact on the livestock industry. Little is known concerning the occurrence of Toxoplasma gondii and Neospora caninum in sheep from Tocantins state, Brazil. Here, we investigated antibodies against these parasites and associated factors in 182 sheep from Araguaína, Santa Terezinha do Tocantins, Arguianópolis and Palmeiras do Tocantins districts, Tocantins. Sheep sera were assayed for T. gondii and N. caninum IgG antibodies by indirect fluorescence antibody test (IFAT), using cut-off point at a dilution of 1:40 and 1:25 respectively. The prevalence of seropositive animal for T. gondii was 13.74% and 13.74% for N. caninum. None of the characteristics studied including reproductive problems, presence of cats, presence of dogs and veterinary care (p>0.05) was associated with occurrence of T. gondii or N. caninum infection. Only breed was identified as associated factor for the occurrence of toxoplasmosis in sheep (p<0.05). The present study is the first report on serum occurrence of T. gondii and N. caninum in sheep from the state of Tocantins, Brazil.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Guimarães A., Raimundo J.M., Moraes L.M.B., Silva A.T., Santos H.A., Pires M.S., Machado R.Z. & Baldani C.D. 2015. Occurrences of anti-Toxoplasma gondii and anti-Neospora caninum antibodies in sheep from four districts of Tocantins state, Brazilian Legal Amazon Region. [Ocorrência de anticorpos anti-Toxoplasma gondii e anti-Neospora caninum em ovelhas de quatro municípios do estado do Tocantins, Região da Amazônia Legal Brasileira.] Pesquisa Veterinária Brasileira 35(2):110-114. Departamento de Medicina Veterinária e Cirurgia, Instituto de Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, BR-465 Km 7, Seropédica, RJ 23890-000, Brazil. E-mail: crisbaldani@gmail.com Toxoplasmose e Neosporose são reconhecidas por doenças economicamente importantes com impacto considerável na indústria pecuária. Pouco se sabe sobre a ocorrência de Toxoplasma gondii e Neospora caninum em ovelhas do estado do Tocantins, Brasil. Foram investigados a ocorrência de anticorpos contra estes parasitos e fatores associados em 182 ovelhas das cidades de Araguaína, Santa Terezinha do Tocantins, Arguianópolis e Palmeiras do Tocantins, Tocantins. Os soro das ovelhas foram testados para anticorpos IgG anti-T. gondii e anti-N. caninum pela Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI), usando os pontos de corte na diluição de 1:40 e 1:25, respectivamente. A prevalência de animais soropositivos para T. gondii foi de 13.74% e para N. caninum, 13.74%. Nenhuma das características estudadas incluindo problemas reprodutivos, presença de gatos, presença de cães e cuidados veterinários (p>0.05) foram associadas com a ocorrência infecção por T. gondii ou N. caninum. Somente raça foi identificada como fator associado à ocorrência de toxoplasmose em ovelhas (p<0.05). O presente trabalho é o primeiro relato da ocorrência sérica de T. gondii e N. caninum em ovelhas do estado do Tocantins, Brasil.


#4 - Technological level and epidemiological aspects of sheep husbandry in Minas Gerais, southeastern Brazil, 34(9):865-868

Abstract in English:

ABSTRACT.- Gouveia A.M.G., Silva M.X., Maia J.M.S., Brandão H.M., Seyffert N., Miyoshi A., Azevedo V. & Guimarães A.S. 2014. Technological level and epidemiological aspects of sheep husbandry in Minas Gerais, southeastern Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(9):865-868. Núcleo de Sanidade Animal/Qualidade do Leite/Nanotecnologia, Embrapa Gado de Leite, Rua Eugênio do Nascimento 610, Juiz de Fora, MG 36038-330, Brazil. E-mail: alessandro.guimaraes@embrapa.br Epidemiological and health aspects of sheep husbandry were assessed on 213 sheep flocks in 142 municipalities from the state of Minas Gerais, southeastern Brazil. An updated questionnaire was filled out for each flock, requesting data on the farm, the flock and the farmer by the veterinarians of the State Government Agency for Animal Health (Instituto Mineiro de Agropecuária). Thirteen important variables were selected and scored to determine the technological level of the 117 farms; 0.9% of them was classified as high technological level, 45.3% as medium technological level and 53.0% as low technological level. Lamb production was the main objective of the farms and the main features were low-frequencies of individual identification of animals (16.9%), technical assistance (31.9%), use of quarantine for newly acquired animals (0.9%) the separation of animals by age group (3.7%) and requeste the sanitary certificate at purchasing of animals (11.7%). The main health problems reported were abortion (23.9%), keratoconjunctivitis (17.9%), contagious ecthyma (13.6%), pneumonia (10.3%), diarrhea (9.3%) and caseous lymphadenitis (6.1%). Information of the epidemiological situation and the mainly health measures used in the sheep farms are important to improve the productivity and quality of the lamb.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Gouveia A.M.G., Silva M.X., Maia J.M.S., Brandão H.M., Seyffert N., Miyoshi A., Azevedo V. & Guimarães A.S. 2014. Technological level and epidemiological aspects of sheep husbandry in Minas Gerais, southeastern Brazil. [Nível tecnológico e aspectos epidemiológicos da ovinocultura no estado de Minas Gerais, Sudeste do Brasil.] Pesquisa Veterinária Brasileira 34(9):865-868. Núcleo de Sanidade Animal/Qualidade do Leite/Nanotecnologia, Embrapa Gado de Leite, Rua Eugênio do Nascimento 610, Juiz de Fora, MG 36038-330, Brazil. E-mail: alessandro.guimaraes@embrapa.br Os aspectos epidemiológicos e sanitários da ovinocultura foram levantados em 213 rebanhos ovinos em 142 municípios do estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil. Um questionário atualizado foi preenchido para cada rebanho, com informações sobre a fazenda, o rebanho e do fazendeiro, por veterinários do Instituto Mineiro de Agropecuária. Treze variáveis importantes foram selecionadas e pontuadas para determinar o nível tecnológico em 117 fazendas; 0,9% foram classificadas como de alto nível tecnológico, 45,3% como de médio nível tecnológico e 53,0% como de baixo nível tecnológico. A produção de carne de cordeiro foi o principal objetivo das fazendas amostradas e as principais características foram baixa frequência de identificação individual dos animais (16,9%), assistência técnica (31,9%), uso de quarentena para os animais recém-adquiridos (0,9%), separação de animais por faixa etária (3.7%) e solicitação de certificados sanitários na compra de animais (11,7%). Os principais problemas sanitários relatados foram o aborto (23,9%), ceratoconjuntivite (17,9%), ectima contagioso (13,6%), pneumonia (10,3%), diarreia (9,3%) e linfadenite caseosa (6,1%). Informações sobre a situação epidemiológica e das principais medidas sanitárias utilizadas nas propriedades com ovinos são importantes para melhorar produtividade e a qualidade da carne ovina.


#5 - Management practices to control gastrointestinal parasites in sheep farms in Minas Gerais, southeastern Brazil, 33(4):464-468

Abstract in English:

ABSTRACT.- Gouveia A.M.G., Molento M.B., Silva M.X., Brandão H.M., Gouveia G.C., Morlán J.B. & Guimarães A.S. 2013. Management practices to control gastrointestinal parasites in sheep farms in Minas Gerais, southeastern Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(4):464-468. Emprapa Gado de Leite, Rua Eugênio do Nascimento 610, Dom Bosco, Juiz de Fora, MG 36038-330, Brazil. E-mail: alessandro.guimaraes@embrapa.br Parasite related problems are considered one of the major health problems for sheep breeding, causing considerable economic losses to commercial husbandry. The aim of this study was to determine the technological level and the level of knowledge of farmers regarding management practices to control gastrointestinal parasites in sheep in Minas Gerais state, southeastern Brazil. The analysis was based on 213 questionnaires applied by official veterinarians of the State Government Agency for Animal Health (Instituto Mineiro de Agropecuária, IMA), covering 16.6% of all counties. From two hundred and thirteen sheep farms sampled, 117 farms had their technological level determined. From the samples, 0.9% were characterized as high level, 45.3% as medium, and 53.0% as low technological level. The flock size ranged from 2 to 1843 with an average of 80.5 sheep per farm. The majority of the sheep production systems was extensive/semi-extensive (74.5%). The management practices adopted by the farmers to reduce parasitism were: split young and adult animals (5.6%), change pasture after deworm the animals (5.2%), use quarantine for incoming animals (2.3%), deworm newly arrived sheep (1.5%), and have regular technical assistance (31.9%). Although 76.5% of the farmers medicate the animals, treatments were performed without any major technical criteria, with an average interval of 4.6 months. The most commonly used drug families were macrocyclic lactones (38.5%) and benzimidazoles (24.9%). The management practices adopted in Minas Gerais are based on old recommendations and may not return in a good set of strategies to prevent parasite infections. Field observations reinforce the finding where farmers have obtained unsatisfactory results in maintaining the health and productivity level of their enterprises.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Gouveia A.M.G., Molento M.B., Silva M.X., Brandão H.M., Gouveia G.C., Morlán J.B. & Guimarães A.S. 2013. Management practices to control gastrointestinal parasites in sheep farms in Minas Gerais, southeastern Brazil. [Práticas de manejo para controle de parasitas gastrointestinais em fazendas com ovinos em Minas Gerais, Sudeste do Brasil.] Pesquisa Veterinária Brasileira 33(4):464-468. Emprapa Gado de Leite, Rua Eugênio do Nascimento 610, Dom Bosco, Juiz de Fora, MG 36038-330, Brazil. E-mail: alessandro.guimaraes@embrapa.br Problemas relacionados com parasitas são considerados um dos principais problemas sanitários na criação de ovinos, causando consideráveis &#8203;&#8203;perdas econômicas para criação comercial. O objetivo deste estudo foi determinar o nível tecnológico e o nível de conhecimento dos criadores sobre práticas de manejo para o controle de parasitas gastrintestinais em ovinos no estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil. A análise foi baseada em 213 questionários aplicados pelos veterinários oficiais da Agência de Governo Estudal de Saúde Animal (Instituto Mineiro de Agropecuária, IMA), cobrindo 16,6% de todos os municípios. Duzentos e treze propriedades com ovinos foram amostradas e 117 tiveram o seu nível tecnológico determinado. A partir da amostra, 0,9% foi caracterizado como nível elevado, de 45,3%, como de médio e 53,0% como baixo nível tecnológico. O tamanho do rebanho variou de 2 a 1843 com uma média de 80,5 ovinos por propriedade. A maioria dos sistemas de produção de ovinos eram extensivos/semi-extensivos (74,5%). As práticas de manejo adotadas pelos criadores para reduzir o parasitismo foram: separar animais jovens e adultos (5,6%), mudança de pastagem após vermifugar os animais (5,2%), uso de quarentena para animais recem adiquiridos (2,3%), vermifugação de ovelhas recém-chegadas (1,5%) e assistência técnica regular (31,9%). Apesar de 76,5% dos criadores vermifugarem os animais, os tratamentos foram realizados sem qualquer critério técnico importante, com um intervalo médio de 4,6 meses. As famílias de drogas mais comumente usadas foram lactonas macrocíclicas (38,5%) e benzimidazóis (24,9%). As práticas de manejo adotadas em Minas Gerais são baseadas em recomendações antigas e não em estratégias para prevenir infecções parasitárias. As observações de campo reforçam os achados em que os proprietários obtiveram resultados insatisfatórios na manutenção dos níveis de saúde e produtividade de seus empreendimentos.


#6 - Serological identification and phylogenetic relationship of Salmonella spp. pig origin, 31(12):1039-1044

Abstract in English:

ABSTRACT.- Melo R.T., Guimarães A.R., Mendonça E.P., Coelho L R., Monteiro G.P., Fonseca B.B. & Rossi D.A. 2011. [Serological identification and phylogenetic relationship of Salmonella spp. pig origin.] Identificação sorológica e relação filogenética de Salmonella spp. de origem suína. Pesquisa Veterinária Brasileira 31(12):1039-1044. Laboratório de Biotecnologia Animal Aplicada, Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Uberlândia, Rua Ceará s/n, Bloco 2D, sala 43, Bairro Umuarama, Uberlândia, MG 38402-018, Brazil. E-mail: roberta-melo@hotmail.com Salmonella spp. is an important zoonotic pathogen that can spread along the production chain of swines. The objective was to evaluate the incidence of Salmonella spp. in feces of swines in termination phase in the farm, in the pre-slaughter and environmental samples, identify the serotypes and establish a phylogenetic relationship among the isolates. Three collections were done in different batches of pigs housed in the termination pen and in the same animals after transport to the slaughterhouse totaling 90 plots and 9 environmental samples. The transport does not influenced the percentage of isolation of the microorganism (p>0.05). Of the total of 99 samples, 50 (50.5%) were identified as Salmonella spp., and was identified a variety of serovars: Agona (30%), Typhimurium (26%), Minnesota (24%), Infantis (18%) and Panama (2%). Dendrograms showed homology among isolates of different serovars grouped into clusters. The similarity was independent of the local of isolation, indicating the presence of several clones. The main sources of infection were cross-contamination between animals and environment and the consumption of contaminated feed. The diversity of strains and homology among the isolates indicates a common origin, demonstrating a need for monitoring of zoonotic bacterias and the deployment of more effective control measures for Salmonella spp. in swines.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Melo R.T., Guimarães A.R., Mendonça E.P., Coelho L R., Monteiro G.P., Fonseca B.B. & Rossi D.A. 2011. [Serological identification and phylogenetic relationship of Salmonella spp. pig origin.] Identificação sorológica e relação filogenética de Salmonella spp. de origem suína. Pesquisa Veterinária Brasileira 31(12):1039-1044. Laboratório de Biotecnologia Animal Aplicada, Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Uberlândia, Rua Ceará s/n, Bloco 2D, sala 43, Bairro Umuarama, Uberlândia, MG 38402-018, Brazil. E-mail: roberta-melo@hotmail.com Salmonella spp. é um importante patógeno zoonótico que pode ser disseminado ao longo da cadeia produtiva de suínos. Objetivou-se avaliar a incidência de Salmonella spp. em fezes de suínos de terminação na granja, no pré-abate e amostras ambientais, identificar os sorovares e estabelecer a relação filogenética entre os isolados. Foram realizadas três coletas em lotes diferentes de suínos alojados na granja de terminação e nos mesmos animais após o transporte ao frigorífico totalizando 90 parcelas e 9 amostras ambientais. O transporte não influenciou na porcentagem de isolamento do microrganismo (p>0,05). Das 99 amostras, 50 (50,5%) foram identificados como Salmonella spp., sendo identificado uma multiplicidade de sorovares: Agona (30%), Typhimurium (26%), Minnesota (24%), Infantis (18%) e Panama (2%). Os dendrogramas demonstraram homologia entre isolados dos diferentes sorovares agrupados em clusters. A similaridade foi independente do local de isolamento indicando a presença de vários clones. As principais fontes de infecção determinadas foram a contaminação cruzada entre animais e ambiente e o consumo de ração contaminada. A diversidade de sorovares e a homologia entre eles indicam origem comum, demonstrando necessidade de monitoramento de bactérias zoonóticas e de implantação de medidas de controle mais eficazes para Salmonella spp. em suínos.


#7 - Risk factors associated with the infection by Cryptosporidium spp. and Giardia duodenalis in cattle during their growing phase in dairy herds in the mesoregion of Campo das Vertentes de Minas Gerais, Brazil, 31(8):690-696

Abstract in English:

ABSTRACT.- Silva Júnior F.A., Carvalho A.H.O., Rocha C.M.B.M. & Guimarães A.M. 2011. [Risk factors associated with the infection by Cryptosporidium spp. and Giardia duodenalis in cattle during their growing phase in dairy herds in the mesoregion of Campo das Vertentes de Minas Gerais, Brazil.] Fatores de risco associados à infecção por Cryptosporidium spp. e Giardia duodenalis em bovinos na fase de cria e recria de rebanhos leiteiros na mesorregião do Campo das Vertentes de Minas Gerais. Pesquisa Veterinária Brasileira 31(8):690-696. Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: amg@dmv.ufla.br This cross-sectional observational study was conducted to evaluate the risk factors associated with the infection by Cryptosporidium spp. and Giardia duodenalis in calves of 20 dairy farms located in the mesoregion of Campo das Vertentes in Minas Gerais state, Brazil. The farms were divided equally into two groups according to the type of milk: Group I = B-milk, and Group II = Raw refrigerated milk. Fecal samples from 356 calves were collected from September 2008 to August 2009 and analyzed using the Ziehl-Neelsen stain and fluctuation in 33% zinc sulfate solution to detect, respectively, Cryptosporidium spp. oocysts and G. duodenalis cysts. Data on management practices and health conditions for the cattle rearing were obtained through interviews during the visit to each property at the time when a single sample was collected from feces of calves 1 day to 12 months of age. The overall average frequency of calves infected with Cryptosporidium spp. was 21.62% and the age of 7 to 21 days had the greatest number of animals eliminating oocysts. For G. duodenalis, the overall average frequency was 25.56% and the age group 60 to 90 days had the highest number of calves with cysts in the feces. The results of this study indicate that infection by Cryptosporidium spp. and G. duodenalis is common in calves from dairy cattle in the Campo das Vertentes of Minas Gerais. Among the factors associated with an increased risk of infection by Cryptosporidium spp. and G. duodenalis in calves discussed in this study, the followings stand out: Permanence in the maternity picket for more than 12 hours after birth, colostrum feeding from 7 hours after birth, the first supply of water and concentrate from 1 to 7 days of age, and maintenance in a collective installation and/or one located near the corral.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Silva Júnior F.A., Carvalho A.H.O., Rocha C.M.B.M. & Guimarães A.M. 2011. [Risk factors associated with the infection by Cryptosporidium spp. and Giardia duodenalis in cattle during their growing phase in dairy herds in the mesoregion of Campo das Vertentes de Minas Gerais, Brazil.] Fatores de risco associados à infecção por Cryptosporidium spp. e Giardia duodenalis em bovinos na fase de cria e recria de rebanhos leiteiros na mesorregião do Campo das Vertentes de Minas Gerais. Pesquisa Veterinária Brasileira 31(8):690-696. Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: amg@dmv.ufla.br Este estudo observacional do tipo transversal foi realizado com o objetivo avaliar os fatores de risco associados à infecção por Cryptosporidium spp. e Giardia duodenalis em bezerras provenientes de 20 propriedades leiteiras, localizadas na mesorregião do Campo das Vertentes de Minas Gerais. As propriedades foram divididas igualmente em dois grupos de acordo com o tipo de leite produzido: Grupo I = Leite B e Grupo II = Leite cru refrigerado. Amostras fecais de 356 bezerras foram coletadas no período de setembro de 2008 a agosto de 2009 e analisadas utilizando-se os métodos de Ziehl-Neelsen e flutuação em sulfato zinco a 33% para detecção, respectivamente, dos oocistos de Cryptosporidium spp. e cistos de G. duodenalis. Dados sobre práticas de manejo e condições sanitárias de criação dos bovinos foram obtidos por meio de entrevistas durante a visita a cada propriedade, no momento em que foi coletada uma única amostra de fezes de bezerras de 1 dia a 12 meses de idade. A frequência média global de bezerras infectadas por Cryptosporidium spp. foi de 21,62%, sendo a faixa etária de 7- 21 dias de idade a que apresentou o maior número de animais eliminando oocistos. Para G. duodenalis, a frequência média global foi de 25,56% e a faixa etária de 60-90 dias de idade foi a com maior número de animais com cistos nas fezes. Os resultados deste estudo indicam que infecções por Cryptosporidium spp. e G. duodenalis estão amplamente distribuídas entre fêmeas bovinas na fase de cria e recria provenientes de rebanhos leiteiros na mesorregião do Campo das Vertentes de Minas Gerais. Dentre os fatores associados a um maior risco de infecção por Cryptosporidium spp. e G. duodenalis em bezerras, discutidos neste estudo, se destacam os seguintes: a permanência no piquete maternidade por mais de 12h após o nascimento; o fornecimento de colostro a partir de 7h de vida; o primeiro fornecimento de água e concentrado entre 1 e 7 dias de idade; e a manutenção em instalação coletiva e/ou localizada próxima ao curral.


#8 - Factors associated to seroprevalence of Neospora caninum and Toxoplasma gondii in caprine herds in southern Minas Gerais state, Brazil, 31(1):53-58

Abstract in English:

ABSTRACT.- Varaschin M.S., Mesquita L.P., Guimarães A.M., Hirsch C., Abreu C.C., Rocha C.M.B.M., Wouters F. & Moreira M.C. 2011. [Factors associated to seroprevalence of Neospora caninum and Toxoplasma gondii in caprine herds in southern Minas Gerais state, Brazil.] Fatores associados a soroprevalência de Neospora caninum e Toxoplasma gondii em rebanhos caprinos na região sul de Minas Gerais. Pesquisa Veterinária Brasileira 31(1):53-58. Setor de Patologia Veterinária, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus Universitário s/n, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: msvaraschin@ufla.br This study determines the seroprevalences of Neospora caninum and Toxoplasma gondii in caprine herds in southern Minas Gerais state and investigates their association with the reproductive performance of the herds analyzed since no data concerning neosporosis in goats in this state are available. Serum samples from 401 goats from 11 farms were subjected to indirect immunofluorescence reaction for the detection of N. caninum and T. gondii. The mean prevalence rates of animals that tested positive were 10.7% and 21.4%, respectively. Significant differences between different age groups were observed. The highest frequencies of positive cases for both parasites were observed in goats over three years of age; in this group, the probability of seropositivity for N. caninum and T. gondii was 2.6 and 4.8 times higher, respectively, when compared to animals up to one year of age. No positive correlation was found between the mean prevalence rate of N. caninum (p-0,553) and T. gondii (p=0.098) and the occurrence of reproductive problems in the herds using T-test. However, farms with a history of reproductive problems exhibited an average of 18.64% animals reactive to N. caninum, compared to 13.97% from farms where those problems were not reported. When reproductive problems were separated in category, the relationship between occurrence of abortion and seroprevalence of N. caninum and T. gondii was significant (p<0.05) using Fisher’s exact test and chi-square test. No difference was seen (p>0.05) between the mean prevalence rate of T. gondii of herds to which cats had access as compared to herds that had no contact with cats using a T-test. However, the mean prevalence rate in farms where cats had access to the herd was 31.01% as compared to 17.34% in farms where there were no cats. Access of dogs was observed in 100% of the farms. The results obtained in this study demonstrate that N. caninum and T. gondii infect goats in southern Minas Gerais and that these parasites can be associated with the occurrence of abortion in this animal species.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Varaschin M.S., Mesquita L.P., Guimarães A.M., Hirsch C., Abreu C.C., Rocha C.M.B.M., Wouters F. & Moreira M.C. 2011. [Factors associated to seroprevalence of Neospora caninum and Toxoplasma gondii in caprine herds in southern Minas Gerais state, Brazil.] Fatores associados a soroprevalência de Neospora caninum e Toxoplasma gondii em rebanhos caprinos na região sul de Minas Gerais. Pesquisa Veterinária Brasileira 31(1):53-58. Setor de Patologia Veterinária, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus Universitário s/n, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: msvaraschin@ufla.br Este estudo estabelece a soroprevalência de Neospora caninum e Toxoplasma gondii em rebanhos caprinos no Sul de Minas Gerais e verifica a sua associação com o desempenho reprodutivo dos rebanhos analisados, uma vez que não há dados sobre neosporose em caprinos neste Estado. Amostras de soro de 401 caprinos provenientes de 11 propriedades foram submetidas à reação de imunofluorescência indireta anti-N. caninum e T. gondii. A prevalência média de animais positivos foi de 10,7% e 21,4%, respectivamente. Houve diferença significativa entre as faixas etárias. Neste quesito os maiores índices de positividade, para ambos os parasitas, foram observados nos caprinos acima de três anos de idade. Estes apresentaram uma probabilidade 2,6 e 4,8 maior, em relação aos animais de até um ano de idade, para N. caninum e T. gondii, respectivamente. No teste T não houve associação positiva entre as médias de prevalência de N. caninum (p=0,553) e T. gondii (p=0,098) com a ocorrência de problema reprodutivo nos rebanhos. Porém, propriedades com histórico de problemas reprodutivos apresentaram uma média de reagentes para N. caninum de 18,64%, se comparadas a 13,97% de criatórios que não relataram essas alterações. Quando os problemas reprodutivos foram separados em categorias a relação entre a ocorrência de aborto e a soroprevalência de N. caninum e de T. gondii foi significativa (p<0,05) por meio dos testes Exato de Fisher e Qui-quadrado. Não houve diferença (p>0,05) entre as médias de prevalência de T. gondii e o acesso de gatos ao rebanho no teste T. Entretanto, a média de prevalência nas propriedades em que os gatos tinham acesso foi de 31,01%, se comparada a 17,34% em criatórios onde não existiam gatos. Foi constatado o acesso de cães em 100% das propriedades. Os resultados obtidos neste estudo demonstram que N. caninum e T. gondii infectam caprinos no Sul de Minas Gerais e que estes parasitas podem estar associados à ocorrência de abortos nessa espécie animal.


#9 - Ultrastructure of Babesia equi trophozoites isolated in Minas Gerais, Brazil, 23(3):101-104

Abstract in English:

ABSTRACT: Guimarães A.M., Lima J.D. & Ribeiro M.EB. 2003. Ultrastructure of Babesia equitrophozoites isolated in Minas Gerais, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 23(3):101-104. [Ultra-estrutura de trofozoítos de Babesia equi isolados em Minas Gerais, Brasil.] Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Cx. Postal 37, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: amg@ufla.br A transmission electron microscope study was carried out on Babesia equi obtained from a splenectomized horse, from the municipality of Santa Luzia, Minas Gerais, Brazil. The isolate was inoculated into two splenectomized foals (1.05 x 1010 parasitized erythrocytes by B. equi). Trophozoites have a single membrane in direct contact with the cytoplasm of the red blood cells, a prominent nucleus, well-developed rough and smooth endoplasmic reticulum, numerous free ribosomes and small food vacuóles. B. equi trophozoites have a cytostome and a long tubular feeding structure in direct contact with the blood plasmá.

Abstract in Portuguese:

RESUMO: Guimarães A.M., Lima J.D. & Ribeiro M.EB. 2003. Ultrastructure of Babesia equitrophozoites isolated in Minas Gerais, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 23(3):101-104. [Ultra-estrutura de trofozoítos de Babesia equi isolados em Minas Gerais, Brasil.] Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Cx. Postal 37, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: amg@ufla.br Neste estudo de microsco-pia eletrônica de transmissão utilizou-se um isolado de Babesia equi obtido a partir de um eqüino esplenectomizado, oriundo do município de Santa Luzia, Minas Gerais, Brasil. O isolado foi inoculado em dois potros esplenectomizados (1,05 x 1010 eritrócitos parasitados com B. equi). Os trofozoítos apresentaram uma membrana simples em· contato direto com o citoplasma das· hemácias, núcleo proeminente, retículo endoplasmático liso e rugoso bem desenvolvidos, numerosos ribosomos livres e pequenos vacúolos alimentares. Em trofozoítos de B. equi foi observado citostoma e uma longa estrutura tubular de alimentação em contato direto com o plasma sangüíneo.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV
-->